SOL E A LUA

 
Quando o Sol e a Lua se encontraram pela primeira vez, se apaixonaram perdidamente e a partir daí começaram a viver um grande amor.

Acontece que o mundo ainda não existia e no dia que Deus resolveu criá-lo, deu-lhes então o toque final … o brilho !

Ficou decidido também que o Sol iluminaria o dia e que a Lua iluminaria a noite, sendo assim, seriam obrigados a viverem separados.

Abateu-se sobre eles uma grande tristeza quando tomaram conhecimento de que nunca mais se encontrariam. A Lua foi ficando cada vez mais amargurada, mesmo com o brilho que Deus havia lhe dado,ela foi se tornando solitária. O Sol por sua vez havia ganho um título de nobreza "ASTRO REI" , mas isso também não o fez feliz.

Deus então chamou-os e explicou-lhes : – Vocês não devem ficar tristes, ambos agora já possuem um brilho próprio.

Você Lua, iluminará as noites frias e quentes, encantará os enamorados e será diversas vezes motivo de poesias.

Quanto a você Sol, sustentará esse título porque será o mais importante dos astros, iluminará a terra durante o dia, fornecerá calor para o ser humano e a sua simples presença fará as pessoas mais felizes.

A Lua entristeceu-se muito com seu terrível destino e chorou dias a fio … já o Sol ao vê-la sofrer tanto, decidiu que não poderia deixar-se abater pois teria que dar-lhe forças e ajudá-la a aceitar o que havia sido decidido por  Deus.

No entanto sua preocupação era tão grande que resolveu fazer um pedido a Ele :- Senhor, ajude a Lua por favor, ela é mais frágil do que eu, não suportará a solidão… E Deus em sua imensa bondade criou então as estrelas para fazerem companhia a ela.

Lua sempre que está muito triste recorre as estrelas que fazem de tudo para consolá-la, mas quase sempre não conseguem. Hoje eles vivem assim .. separados, o Sol finge que é feliz , a Lua não consegue esconder que é triste. O Sol ainda esquenta de paixão pela Lua e ela ainda vive na escuridão da saudade.

Dizem que a ordem de Deus era que a Lua deveria ser sempre cheia e luminosa, mas ela não consegue isso … porque ela é mulher, e uma mulher tem fases. Quando feliz consegue ser cheia, mas quando infeliz é minguante e quando minguante nem sequer é possível ver o seu brilho.

Lua e Sol seguem seu destino, ele solitário mas forte, ela acompanhada das estrelas, mas fraca. Humanos tentam a todo instante conquistá-la, como se isso fosse possível. Vez por outra alguns deles vão até ela e voltam sempre sozinhos, nenhum deles jamais conseguiu trazê-la até a terra, nenhum deles realmente conseguiu conquistá-la, por mais que achem que sim. Acontece que Deus decidiu que nenhum amor nesse mundo seria de todo impossível, nem mesmo o da Lua e do Sol … e foi aí então que ele criou o eclipse !

Hoje o Sol e  a Lua vivem da espera desse instante, desses raros momentos que lhes foram concedidos e que custam tanto a acontecer. Quando você olhar para o céu a partir de agora e ver que o Sol encobriu a Lua é porque ele deitou-se sobre ela e começaram a se amar e é ao ato desse amor que se deu o nome de eclipse. Importante lembrar que o brilho do êxtase deles é tão grande que aconselha-se não olhar para o céu nesse momento, seus olhos podem cegar de ver tanto amor.

Bem, mas na terra também existe sol e lua … e portanto existe eclipse .. mas essa era a única parte da história que você já sabia, não era ?

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

10 respostas para SOL E A LUA

  1. cidokinha disse:

    nossa!!!adorei seu postadoro LUAlegal vc ter voltado com tanta inspiracaobjim proce

  2. Michelle disse:

    oi minha linda to com saudades muito beijos fique com DEUS ….QUE VC POSSA SEMPRE SER ASSIM LINDA POR DENTRO E POR FORA MUITO BEIJOS NO CORAÇÃO…

  3. Thereza d´Lua Mara disse:

    Somente se dá aquilo que se possui. Como, pois, exigir amor de alguém que ainda não sabe amar?Como requisitar respeito e consideração de criaturas que não atingiram o ponto delicado do sentimento que é o amor? Quem dá afeto recolhe a felicidade de ver multiplicado aquilo que deu, mas somente damos de conformidade com aquilo de que podemos dispor no ato da doação. Uma das características mais tristes dos que dizem saber amar é a atitude submissa dos que nunca dizem "não", convencidos de que, sendo sempre passivos em tudo, receberão carinho e estima. Esse tipo de comportamento leva as pessoas a concordar sempre com qualquer coisa e em qualquer momento, trazendo-lhes desconsideração e uma vida insatisfatória. Requisitar dos outros o que eles ainda nao podema dar é desrespeitar suas limitações emocionais, mentais e espirituais. Forçar pais, filhos, amigos e cônjuges a preencher o teu vazio interior com amor que não dás a ti mesmo, por esqueceres teus próprios recursos e possibilidades, é insensato de tua parte. É dando que se recebe, portanto, cabe a ti mesmo administrar tudas carências afetivas e fazer por ti o que gostarias que os outros fizessem.Não peças amor e afeto. Antes de tudo, dá a ti mesmo e em seguida aos outros, sem mesmo cobrar taxas de gratidão e reconhecimento. Importante é que sigas os passos de Jesus na doação do amor abundante, sem jamais exigi-lo de ninguém e sem jamais esquecer que és responsável pelos teus sentimentos. Trecho retirado do livro "Renovando Atitudes" de Hammed

  4. Michelle disse:

    Lu entra na net para eu te ver beijos no coração…amo vc demais….

  5. cidokinha disse:

    oi sumidave se aparecevim te desejar uma linda semanaamanha e segunda … dia da preguica……. \\\\\\|/ …….( @ @ ) —ooO–(_)–Ooo– to te expiandObjim proce

  6. Michelle disse:

    Lu minah querida passei paar te deixar um beijoooooooo….fique com Deus..amo vc

  7. Unknown disse:

    OI QUERIDA LU,ESTOU COM MUITA SAUDADES DE VOCE, OLHA PASSEI PAR TE DEIXAR UM BEIJIJAOA MI FOI HOJE PARA O ESPIRITO SANTO,JA ESTOU MORRENDO DE SAUDADES, LU ESTOU COM SAUDADES DE NOSSAS CONVERSAS, UM GRANDE BEIJO, ATE MAIS……………………………………..

  8. Fábio disse:

    nossa tempo que não escreve nada
    que houve?

  9. Michelle disse:

    Lu…to esperando vc na net sabe….ESTOU COM MUITAS SAUDADES SE VC VOLTA LOGO TÁ…..

  10. Eterno Desconhecido disse:

    LuaAstro soberano do céuSentiu uma paixão nulaSendo o Sol, na questão o amorPobre Lua, com seu amor platônicoApenas em mínimos segundos via sua paixãoMas a vontade do impossível afônicoFloreada, e se transformava em uma cançãoMas a Lua não brilhava como antesEra perceptível uma tristeza imensaVendo o problema, Vênus se interveio entre os amantesUma lei criou, e fez valer com sua presençaDe dez em dez anos, relatouEles por mágica se encontrarãoOs problemas, eu suporto, observouMas por Deus, eles se amarãoPara o primeiro encontro Vênus caprichouApagou todas as luzes e o amor reinouE esperando sempre,
     o Sol e seu reluzente calorO brilho da lua nunca mais apagou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s